SUSPIROS POÉTICOS

                                 

 

     Quero me banhar no suor do teu corpo e me perfumar com o teu cheiro de amor.

     Quero beber a água da tua boca e me alimentar com o néctar dos teus beijos.

     Quero me enfeitar com o brilho dos teus olhos e me agasalhar com o manto abençoado do teu abraço.

     Quero me levantar com a luz da tua presença e me deitar com a paz do teu acalanto.

     Quero me inebriar com o prazer do teu gozo e te oferecer o meu coração para que repouses a tua alma satisfeita.

     Quero ouvir a tua voz, tocar a tua pele, sentir o teu calor e receber a tua bênção sagrada.

     Quero andar de mãos dadas contigo e mostrar para o mundo todo que tu és o meu amor.

     Quero continuar sonhando contigo durante a noite e pensando em ti durante o dia.

     Quero te olhar nos olhos com ternura e ver a ternura nos teus!

     Quero suspirar de saudade

     Enquanto sonho

     Em ficar contigo de verdade

     Na busca incessante de poesia, amor e felicidade!

 

                Elisabeth Souza Ferreira

       (Extraído do meu livro "Suspiros                     Poéticos")

                   ÉS

És mais forte que o vento que me embala e maior que o chão que me sustenta.

 

És mais quente que o sol que me aquece e mais sagrado que a chuva que me refresca.

 

És mais doce que o favo mais açucarado que já experimentei e também o tempero mais saboroso que já tive ao meu alcance.

 

És o perfume mais marcante que já coloquei em meu peito e também o toque mais delicado que fez a minha alma estremecer.

 

És o suspiro mais poético que soltei sobre uma folha de papel e, brincando com as letras, transformei-o no mais lindo poema de amor regado de mel.

 

És a onda mais gigantesca que me arrasta para o alto-mar e nele constrói um paraíso de fontes luminosas para me fazer sonhar.

 

És mais claro que a lua cheia que desponta no meio da escuridão e mais brilhante que o pisca-pisca das estrelas que cintilam sem avisar.

 

És a névoa que me cobre com cuidado para eu não ter do que me envergonhar.

 

És o farol seguro que me indica a direção mais apropriada para eu não correr o risco de naufragar.

 

És  a melodia mais contagiante que me conduz para o palco da vida com vontade de dançar.

 

És o olhar mais amigo e protetor que me guarnece em todos os momentos

e me anestesia contra todo o tipo de maldade que cause dor.

 

És a mão segura que me apóia para eu não cair e me estimula a ter vontade e força para prosseguir.

 

És o braço firme que se faz de ponte para eu atravessar do lugar diminuto onde me encontro ao extremo da realidade que posso alcançar.

 

És o anjo que caminha sempre ao meu lado,

Eterno defensor apaixonado,

Que não me deixa ferir nos espinhos que causam constrangimento,

Que converte em espelho a luz do firmamento,

Provando a todo instante que me ama de verdade,

Que supera toda a saudade,

Pois continuaremos juntos na bênção da imortalidade!

 

      Elisabeth Souza Ferreira
                                           

© 2023 por Amante de Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W