Refeições e lanches na Itália


Mesmo os lanches que se faz em pé num balcão de lancheria bem como as refeições decentes onde se pode sentar à mesa, nada é barato na Itália. Este simples hambúrger acompanhado de uma pequena porção de batatas fritas sai em torno de 12 euros. Se for vegano, é pouca coisa mais barato: 10 euros. Um prato de nachos mexicanos com seus tradicionais molhos custa uns 10 euros. Uma garrafinha de água sai quase 2 euros. Um capuccino custa 1,30 euro. Um sorvete custa quase 5 euros. Uma cerveja, dependendo do tipo, sai entre 5 a 6 euros. No Brasil, a alimentação é farta e variada. Por mais elementar que seja um restaurante, a pessoa consegue colocar no seu prato uma porção de arroz, feijão, salada e algum tipo de carne. Na Itália, isso não acontece. Ninguém vê arroz branco. Acho que eles nem conhecem feijão do tipo que os brasileiros costumam consumir. A maioria dos Restaurantes oferece um cardápio para a pessoa escolher. Eles trazem o prato já servido e a porção é pequena, além de cara. Só risoto com molho ou só massa com molho. Nada de carne, frango ou legumes para se misturar. Nada. Se você sentir saudades de comer carne, consegue vir um prato com 4 ou 5 almôndegas pequenas e uma porção de batatas fritas. Ou uma coxinha de frango com batatas assadas. Tudo muito restrito. Faz a gente se sentir num Bistrô. Parece que é só para degustação. Não consegue matar a fome. Refeições desse tipo custam em torno de vinte e poucos euros. Existem restaurantes, contudo, que oferecem uma entrada, o primeiro prato, o segundo prato, o contorno, a fruta, a sobremesa e o cafezinho. Mas esses não são indicados para turistas que querem economizar pois é na base de quase 50 euros por pessoa. Daí não vale realmente a pena. No Brasil, estamos acostumados com copos grandes de sucos. Na Itália, um copo de suco é do tamanho de uma caneca normal e custa em torno de 5 euros. As pizzas, quando pedidas numa mesa, vêm enormes e é uma inteira para cada pessoa. São fininhas e com pouca coisa em cima do molho e do queijo. Por isso, a pessoa consegue comer. Adorei as frutas. São muito doces. Deliciosas. Morango tem gosto de morango da minha infância porque é tudo natural. Laranjas e uvas graúdas sem sementes. Pêssegos muito saborosos. E o sorvete italiano é muito melhor do que o nosso.

0 visualização

© 2023 por Amante de Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W