Refeições e lanches na Itália

Atualizado: Mai 7














Mesmo os lanches que se faz em pé num balcão de lancheria

bem como as refeições decentes onde se pode sentar à mesa,

nada é barato na Itália. Este simples hambúrger acompanha-

do de uma pequena porção de batatas fritas sai em torno de

12 euros. Se for vegano, é pouca coisa mais barato: 10 euros.

Um prato de nachos mexicanos com seus tradicionais mo-

lhos custa uns 10 euros. Uma garrafinha de água sai quase 2

euros. Um capuccino custa 1,30 euro. Um sorvete custa qua-

se 5 euros. Uma cerveja, dependendo do tipo, sai entre 5 a 6

euros. No Brasil, a alimentação é farta e variada. Por mais

elementar que seja um restaurante, a pessoa consegue colo-

car no seu prato uma porção de arroz, feijão, salada e algum

tipo de carne. Na Itália, isso não acontece. Ninguém vê arroz

branco. Acho que eles nem conhecem feijão do tipo que os

brasileiros costumam consumir. A maioria dos restaurantes

oferece um cardápio para a pessoa escolher. Eles trazem o

prato já servido e a porção é pequena, além de cara. Só riso-

to com molho ou só massa com molho. Nada de carne, fran-

go ou legumes para se misturar. Nada. Se você sentir sauda-

des de comer carne, consegue vir um prato com 4 ou 5 almôn-

degas pequenas e uma porção de batatas fritas. Ou uma coxi-

nha de frango com batatas assadas. Tudo muito restrito. Faz

a gente se sentir num Bistrô. Parece que é só para degusta-

ção. Não consegue matar a fome. Refeições desse tipo custam

em torno de vinte e poucos euros. Existem restaurantes, con-

tudo, que oferecem uma entrada, o primeiro prato, o segun-

do prato, o contorno, a fruta, a sobremesa e o cafezinho. Mas

esses não são indicados para turistas que querem economizar

pois é na base de quase 50 euros por pessoa. Daí não vale real-

mente a pena.

No Brasil, estamos acostumados com copos grandes de sucos.

Na Itália, um copo de suco é do tamanho de uma caneca nor-

mal e custa em torno de 5 euros.

As pizzas, quando pedidas numa mesa, vêm enormes e é uma

inteira para cada pessoa. São fininhas e com pouca coisa em

cima do molho e do queijo. Por isso, a pessoa consegue comer.

Adorei as frutas. São muito doces. Deliciosas. Morango tem

gosto de morango da minha infância porque é tudo natural.

Laranjas e uvas graúdas sem sementes. Pêssegos muito sabo-

rosos. E o sorvete italiano é muito melhor do que o nosso.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo